• Notícias

    25/1014h30   Centenário, Legado e Práxis do Patrono da Educação Brasileira Ciclos Freirianos  

  • Notícias

    LANÇAMENTO DO LIVRO EDUCAÇÃO SOVIÉTICA Dia 19/10 Hora: 17 horas Nesta terça-feira (19), o Núcleo de Ergonomia da Atividade, Cognição e Saúde (Ecos) do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (PSTO), e o Grupo de Pesquisa de Estudos e Pesquisas sobre Mundialização da Educação (GEP-Mundi), do Programa de Pós-Graduação em Educação, em parceria com a Fundação Maurício de Grabois e a CTB, apresentam live de lançamento do livro A Educação Soviética, dos professores Marisa Bittar e Amarilio Ferreira Jr., docentes do Departamento de Educação (DEd) da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).   Com cerca de 80% de sua população analfabeta no momento da Revolução, em 1917, a União Soviética tornou-se, em quatro décadas, responsável pelo lançamento ao espaço do primeiro satélite artificial. A análise do sistema educacional soviético, considerado um dos melhores do mundo, e do papel que a escola soviética desempenhou no processo de formação das classes trabalhadoras a partir da Revolução de 1917 está no cerne de A Educação Soviética, que é um lançamento da Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar).   Nas suas conclusões, Marisa e Amarílio sintetizam os resultados da pesquisa realizada evidenciando, sobretudo, os vínculos entre a educação soviética e os rumos do socialismo de modo geral, mostrando como, ao mesmo tempo que teve função ideológica essencial na sustentação da Revolução, o sistema educacional soviético foi uma das causas da dissolução da URSS. Para a realização das pesquisas que embasam o livro, os pesquisadores contaram com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Foram também professores visitantes no Instituto de Educação da University College London em três ocasiões (2011/12, 2014 e 2019), onde colheram vasto material bibliográfico, e também fotográfico, naquela que é uma das mais importantes bibliotecas de Educação do mundo, além de terem vivido na extinta União Soviética no inicio dos anos de 1980.   “Trata-se da história da educação de um país que não mais existe. No entanto, é quase impossível entendermos o século XX se não compreendemos o protagonismo da União Soviética. Além disso, nossa tese é de que é impossível entender a própria lógica de edificação do chamado socialismo real sem o protagonismo da escola de Estado”, afirma Amarílio, destacando o privilégio histórico de ter “pisado no chão da escola soviética”. “Contando com a rara oportunidade de termos conhecido por nós mesmos o sistema socialista, pudemos aliar essa experiência aos documentos para ultrapassarmos o pensamento pedagógico em si e chegarmos ao ponto que mais nos interessa: o chão da escola. Ou seja, mostrarmos como foi criada e como funcionava na prática”, complementa Marisa.   A Educação Soviética está disponível para venda no site da EdUFSCar (https://edufscar.com.br/educacao-sovietica-a-503701484).    O GEP-Mundi na Faculdade de Educação é coordenado pela professora Adriana Almeida Sales de Melo. O Grupo Ecos do Instituto de Psicologia é coordenado pelo professor Mário César Ferreira.   A live será transmitida pela página Sou Mais DF no Facebook:   https://www.facebook.com/503727789777197/posts/2143734049109888/    

  • Chamadas Internas PPGE

    Chamada Pública Interna - Edital N.03/2021 - Pré-seleção de candidaturas a bolsa de estudos de pós-doutorado no exterior/FAPDF (Novo!) Edital (PDF)  

  • Notícias

    Feliz dia do professor!   15 de outubro de 2021  

  • Notícias

    18/1014h30   Centenário, Legado e Práxis do Patrono da Educação Brasileira Ciclos Freirianos   9º encontro do curso de extensão

  • Notícias

     Prezados(as),     Comunicamos que a Faculdade de Educação teve 13 pesquisadores e a Revista Linhas Críticas reconhecidos pelo Latin America Scientist and University Rankings 2021 - sistema avaliativo - ranking que apresenta os cientistas mais influentes da América Latina (AL), A Universidade de Brasília ocupa a 12ª posição geral. O resultado coloca a universidade na 9ª posição dentre as universidades brasileiras, sendo a 6ª entre as universidades federais.   O AD Scientific Index faz a classificação e julgamento baseados no desempenho científico e no valor agregado da produtividade de cientistas individuais, para a comunidade acadêmica.   A FE está representada pelos(as) Professores(as) Cláudia Márcia Lyra Pato, Cristina Helena Almeida de Carvalho, Erlando da Silva Rêses, Fernanda Müller, Gilberto Lacerda dos Santos, Girlene Jesus, Kátia Augusta Curado Pinheiro Cordeiro da Silva, Mônica Molina, Raquel de Almeida Moraes, Remi Castioni, Silvia Ester Orrú, Tel Amiel e Wivian Weller, e pela Revista Linhas Críticas.   A Direção da Faculdade de Educação parabeniza os(as) pesquisadores(as) e a Coordenação da Revista pelo relevante trabalho realizado.     Latin America Top 10.000 Scientists AD Scientific Index 2021 Version 1       Latin America Scientist and University Rankings 2021    

  • Quadro de Informações PPGEMP

    Seminário "Educação Superior: Perspectiva Histórica e Desafios em Contextos Emergentes", no âmbito do qual será lançada a Enciclopédia Brasileira de Educação Brasileira – EBES   Dias 06 e 07.10.2021     Link para a atividade Canal   Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCHcjtOvZWB3vZ09sQapZ-AA 

+