Você está aqui: Página Inicial Mensagens da Direção Mensagem aos formandos do Curso de Pedagogia.

Mensagem aos formandos do Curso de Pedagogia.

 

Minhas Queridas e Queridos ESTUDANTES do CURSO DE PEDAGOGIA da FACULDADE DE EDUCAÇÃO!

Todas as solenidades de formatura são importantes e revestidas de emoção. Cada estudante, cada turma constrói sua história, sua trajetória, seu percurso e nesta, particularmente, não seria diferente. No entanto, quero destacar que para vocês que conquistam hoje o diploma de PEDAGOGO ele vem acrescido de uma marca histórica – o ano em que a UnB completa 50 anos de sua inauguração!

Aproveito esta oportunidade para falar, brevemente, desta Universidade que, por um período, foi a casa de vocês e, certamente, continuará sendo a referência em suas vidas. Quero, também, fazer alusão a Anísio Teixeira, um dos mentores da concepção pedagógica desta Universidade.

Com a inauguração da Universidade de Brasília, há 50 anos, iniciou-se nova etapa da historia da educação brasileira e do Distrito Federal. A UnB nasceu em fecundo solo de efervescência política da sociedade brasileira que ansiava por reformas de base, dentre elas, a reforma universitária reivindicada por intenso movimento estudantil ao lutar por uma universidade pública com gestão democrática e a serviço de um novo projeto de Brasil. Após vivenciar inúmeros conflitos, podemos dizer que hoje fazemos parte de uma universidade amadurecida que enfrenta novos desafios, compromissada com um projeto de Brasil mais justo e humanamente sustentável.

Na época de sua inauguração a UnB tinha 413 alunos, distribuídos nos cursos de direito, administração, arquitetura e urbanismo, letras brasileiras e economia. A Faculdade de Educação foi inaugurada em 1966, ou seja, há 46 anos!

A UnB cresceu, hoje são mais de 30 mil estudantes, formamos uma comunidade de mais de 50 mil pessoas: “uma cidade dentro da cidade”. Somos hoje uma Universidade Multicampi, inclusiva e democrática!

Tudo isso e tantas outras experiências vocês vivenciaram aqui nesta Universidade que foi criada com o objetivo de ser diferente de modelos educacionais até então existentes. Sua criação foi fruto do sonho de educadores como a antropólogo Darcy Ribeiro (seu primeiro reitor) e de Anísio Teixeira que o substituiu na reitoria em 1963 quando Darcy assumiu o cargo de Ministro da Educação.

É de Anísio Teixeira que, nesta oportunidade, eu quero recuperar algumas idéias e as destaco em minha fala a vocês, educadores, que hoje aqui estão se diplomando para que possam pautar suas concepções e práticas educativas  nesta eminente figura da educação brasileira. Um de seus feitos mais significativos foi assinar, nos anos 30, junto com outros 25 intelectuais, o Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova que preconizava a renovação do ensino básico público, laico e obrigatório a todos os brasileiros.

Anísio concebia uma escola que deveria educar o aluno em todos os sentidos. Para além da alfabetização, deveria formar hábitos, atitudes, cultivar inspirações, ou seja, realmente preparar a criança, o jovem para seu tempo, sua civilização.

A elitização da escola e, consequentemente, da sociedade, incomodava o educador que defendia a necessidade urgente e inadiável da reestruturação do ensino nacional, em bases amplas e, sobretudo, honestas.

O pensamento de Anísio está refletido nas metas do projeto original da UnB, destacadamente, orientar sua produção à solução dos problemas candentes do país. Nesse sentido, ressaltamos a responsabilidade social e política da formação de vocês. Para além da certificação oficial, essa formação significa, também, um voto de confiança da família, da sociedade e, especialmente de VOCES próprios que assumiram essa escolha, a partir do momento que ingressaram no curso de PEDAGOGIA. Certamente confiando que ao concluir o curso vocês estariam preparados para atuar profissionalmente em prol da melhoria e de transformação dessa sociedade.

O caráter social e coletivo de que se reveste este processo de formação é um fato que não pode ser deixado em planos tangenciais. O reconhecimento de que vai além do esforço individual de cada uma e de cada uma, é importante reconhecer e fazer justiça ao esforço coletivo de um incontável número de trabalhadores e trabalhadoras. E, nesse sentido, considerando o caráter individual e coletivo da formação é justo que vocês contribuam com um retorno socialmente referenciado. Não apenas justo, mas também urgente considerando que vivemos numa sociedade em que os níveis de desigualdade e de exclusão permanecem preocupantes. Embora nos últimos anos nosso País venha experimentando consideráveis avanços, na área educacional, nós educadores precisamos continuar a contribuir com esses avanços e combater as mazelas e desigualdades existentes, conforme nos ensina Anísio Teixeira.

Finalizo, desejando sucesso a vocês e deixando para reflexão, uma menção desse eminente educador ao destacar que “A EDUCAÇÃO É A BASE, O FUNDAMENTO, A CONDIÇAO MESMA PARA A DEMOCRACIA. A JUSTIÇA SOCIAL POR EXCELENCIA DA DEMOCRACIA CONSISTE NESSA CONQUISTA DA IGUALDADE DE OPORTUNIDADES PELA EDUCAÇÃO”.

Desejo que a profissão de vocês seja pautada por essas premissas!

Discurso pronunciado na formatura do Curso de Pedagogia

Profa. Dra. Carmenisia Jacobina Aires

Diretora da Faculdade de Educação

 

Brasília, 27 de abril de 2012

Ações do documento
Utilização dos Espaços

« Abril 2014 »
Abril
DoSeTeQuQuSeSa
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930
Ver eventos

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Nenhum evento para este mês.
Nenhum evento para este mês.
Nenhum evento para este mês.
Nenhum evento para este mês.
Nenhum evento para este mês.
Nenhum evento para este mês.

Nossos Sites

Faculdade de Educação - UnB © Todos os direitos reservados

Campus Universitário Darcy Ribeiro - Faculdade de Educação - Asa Norte  Brasília - DF - Cep: 70.910-900

Telefones: +55 0xx61 3107-6151 / +55 0xx61 3107-6154

fed@unb.br